O amálgama é um dos produtos mais usados pelos dentistas em restaurações dentárias e é um tipo especial de liga que contém mercúrio como um de seus constituintes. Mas você sabia que existem regras para a fabricar e vender este produto?

De acordo com a lei nº 9.782, válida desde o início de 2019, é proibido fabricar, importar e comercializar, assim como o utilizar em serviços de saúde, do mercúrio e do pó para liga de amálgama não-encapsulado indicados para uso em odontologia em todo o país. Os produtos com liga de amálgama na forma encapsulada não estão proibidos e podem continuar sendo utilizados.

Vale lembrar também que os profissionais e clínicas devem seguir a Resolução da Diretoria Colegiada - RDC nº 306, de 2004, que explica como descartar corretamente os resíduos gerados por serviços de saúde.