Uma das maiores causas de aposentadoria precoce ou afastamento prolongado do trabalho são as dores e transtornos na coluna. O cirurgião-dentista é um dos profissionais que mais se destacam na lista de pessoas afetadas por estes problemas, além de dores no pescoço, devido a posição utilizada durante seus atendimentos.

A coluna vertebral é quem oferece sustentação da postura, assim como a flexibilidade das movimentações. O uso indevido da coluna prejudica, a longo prazo, a qualidade da saúde física dos profissionais.

As posições usadas frequentemente pelos dentistas causam dores na região do pescoço, ombros e coluna, já que o trabalho exige muita precisão, concentração e lida com regiões sensíveis do corpo humano. As dores leves e passageiras não precisam despertar grande preocupação, mas desconfortos regulares e intensos precisam de atenção.

O mal-estar indicado pelo corpo é um sinal de que um médico precisa ser procurado. Não dar a devida atenção e deixar a consulta com um especialista para depois pode acumular danos e causar prejuízos sérios, que podem levar inclusive a inaptidão para exercer sua profissão.

Mas, afinal, como prevenir problemas futuros? Já que diversos procedimentos exigem que o dentista assuma posturas desconfortáveis, é preciso criar uma rotina saudável para que os problemas muscoesqueléticos mecânicos sejam evitados.

A primeira dica é apostar nas pausas durante seu horário de trabalho. Ter um tempinho entre um paciente e outro é importante para que seu corpo descanse e esteja preparado para o próximo atendimento. Aproveite esse momento para relaxar o pescoço e a coluna e fazer alongamentos. No fim do dia você poderá sentir como essas pequenas pausas para cuidar de si mesmo já fazem diferença.

Além disso, os exercícios físicos são fundamentais. Aproveite suas horas vagas para práticas saudáveis como musculação e pilates, por exemplo. As atividades físicas constantes garantem mais aptidão física e oferecem mais resistência para seu corpo encarar o dia a dia.

Dar atenção aos sinais dados pelo seu corpo e garantir uma rotina mais saudável podem mudar sua qualidade de vida. Assim você pode ter uma vida profissional mais longa, efetiva e cheia de vigor!